Pag. 187

– Explico: a feiticeira pode conhecer a magia profunda, mas não sabe que existe outra magia ainda mais profunda. O que ela sabe não vai além da aurora do tempo. Mas, se tivesse sido capaz de ver um pouco mais longe, de penetrar na escuridão e no silêncio que reinam antes de aurora do tempo teria aprendido outro sortilégio.

Saberia que, se um vítima voluntária, inocente de traição, fosse executada no lugar do traidor, a mesa se quebraria ao meio e até a própria morte poderia ser revogada.

Pag. 118

— Hummm… Entendi. E para você… Quem é o melhor espadachim do mundo?
— Não tenho a mais vaga ideia
— Você nunca conheceu um deles?
— Conheci vários que se consideravam como tal.
— Ah é? Quem eram eles? Como se chamavam? O que sabiam fazer?
— Devagar, devagar, menina. Não sei as respostas para todas essas perguntas. Isso é tão importante assim?
— É lógico que é importante. Gostaria de saber quem são esses espadachins e onde estão.
— Onde eles estão… isso eu sei.
— Ah é? Onde?
— Nos cemitérios.

Pag. 102

– Um mal é um mal, Stregobor – retrucou seriamente o bruxo, pondo-se de pé. – Menor, maior, médio, tanto faz… As proporções são convencionadas e as fronteiras, imprecisas. Não sou um santo eremita e não pratiquei apenas o bem ao longo da minha vida. Mas, se me couber escolher entre os dois males, prefiro abster-me por completo da escolha.

Pag. 52

Pouco tempo depois de terem se casado, Natalia dissera que todo marinheiro precisa de ter alguém a sua espera, que toda mulher precisa de ter alguém por quem esperar. Tão simples quanto isto – e infinitamente mais complexo, o casamento de duas pessoas inteligentes que, ao longo de quinze anos, haviam aprendido as forças e as franquezas uma da outra e se tinham tornado cada vez mais íntimas.

Enxotado pela Porta da Lua

As artes, a música e, talvez, a literatura são, para você, mais importantes que as espadas. No Poente, você teria um lugar como bardo ou trovador, cantando os feitos mais heróicos e comovendo com os mais trágicos dramas. Alguém como você só pode acabar de uma maneira: após prolongar demasiadamente um verso, acaba sendo enxotado pela Porta da Lua. Demasiado intelectual para esses selvagens!

Fã de GoT?
Faça o teste.